Novas infecções por Sida sobem entre heterossexuais

Valores totais diminuem, segundo Comissão Nacional de Luta Contra a SIDA

22 junho 2003
  |  Partilhar:

A infecção pelo VIH/SIDA está a aumentar entre os heterossexuais, que representam cerca de 40% dos 1.582 novos casos registados desde 2002, e até ao fim de Maio deste ano, alertou domingo o coordenador da luta contra a doença.
 

 

Em entrevista à Agência Lusa, Fernando Ventura, coordenador da Comissão Nacional de Luta Contra a SIDA (CNLCS), precisou que, enquanto em 2000, altura em que assumiu o cargo, os toxicodependentes constituíam a maior fatia do número de infectados, o seu peso não ultrapassa hoje os 30%.
 

Desde 1983, e até ao final de Maio de 2003, Portugal registou um total de 21.977 casos notificados de infecção, dos quais 6.392 correspondem a indivíduos entretanto falecidos.
 

 

A seguir à Ucrânia, Portugal é o país europeu com maior número de pessoas infectadas pelo VIH.
 

Quanto a novos casos, os números fornecidos pela CNLCS sugerem um decréscimo na incidência da doença: 2.390 infecções em 1998 (o valor mais alto registado desde 1983), 2.092 no ano 2000, 1.390 no ano passado e 192 até Maio deste ano, embora o coordenador ressalve que podem existir atrasos na notificação dos novos casos registados este ano.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.