Novas Estirpes do Vírus da SIDA

Investigadores Norte-Americanos revelam novas capacidades de adaptação deste vírus mortal.

15 janeiro 2001
  |  Partilhar:

Investigadores descobriram duas estirpes do Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH) que atacam o sistema imunitário de uma forma até agora desconhecida.
 

 

O VIH enfraquece o sistema imunitário, atacando um tipo de glóbulos brancos, as células T. Até agora pensava-se que um subtipo destas células CD4+, eram as mais atacadas, enquanto que um outro subtipo, CD8+, seriam poupados pelo VIH.
 

 

Mas, pela primeira vez identificou-se uma estirpe do VIH que pode atacar células CD8+, o que poderá alterar o tratamento da SIDA.
 

 

A investigação conduzida pelo Dr. Kunal Saha da Universidade Estatal de Ohio isolou 2 estirpes de VIH capazes de infectar tanto células CD4+ como CD8+.
 

 

“Temos todos que pensar na tremenda capacidade de alteração estrutural que o HIV apresenta para lhe permitir infectar células diferentes”, afirma o Dr. Saha na edição de Janeiro da revista “Nature Medicine”.
 

 

Embora já se soubesse que o VIH era capaz de infectar células não-CD4+, este estudo isolou pela primeira vez esta estirpe, de forma a apresentar a estrutura viral e assim demonstrar que os vírus são diferentes.
 

 

Por último, foi demonstrado que nenhum dos 2 co-receptores mais comuns da superfície celular (CXCR4 e CCR5) são usados para infectar as células CD8+.
 

 

“Células CD8+ são muito importantes na defesa à infecção HIV. É por isso que após a infecção primária, os doentes podem continuar saudáveis durante anos. A nossa hipótese é que quando o número de células CD4+ diminui muito, o vírus muda e ataca as células CD8+. Se isto for verdade, a imunidade decai ainda mais e o doente desenvolve SIDA”, afirmou Saha, “Se esta hipótese for verdade, então o objectivo da tratamento poderá ser prevenir o aparecimento de VIH´s infectantes de células CD8+”.
 

 

 

Fonte: Reuters
 

adaptado por David Ferreira
 

MNI - Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.