Nova versão de antibiótico elimina resistência bacteriana

Estudo publicado na “Proceedings of the National Academy of Sciences”

01 junho 2017
  |  Partilhar:
Uma equipa de investigadores efetuou um estudo em que conseguiu dar superpoderes a um antibiótico prescrito desde há 60 anos.
 
O antibiótico denominado vancomicina, um antibiótico que pode salvar vidas, foi modificado por uma equipa de investigadores do Instituto de Investigação Scripps, EUA, o que significa um avanço que poderá erradicar a ameaça de infeções resistentes aos antibióticos nos próximos anos.
 
“Os médicos podem utilizar esta versão modificada da vancomicina sem receio que surja resistência”, avançou Dale Boger, codiretor do Departamento de Química do instituto e líder deste estudo.  
 
A vancomicina é considerada pelo investigador como sendo “mágica” devido à sua capacidade de combate às infeções. Sendo assim, a forma original deste fármaco é um candidato ideal para a base do desenvolvimento de melhores antibióticos. 
 
Apesar de ser prescrita já há dezenas de anos, as bactérias só recentemente começaram a desenvolver resistência ao fármaco, o que sugere que têm dificuldades em conseguir vencer os mecanismos de ação da vancomicina. O antibiótico atua sobre a formação das estruturas celulares das bactérias.
 
Em estudos anteriores, Dale Boger e colegas tinham já demonstrado que é possível fazer duas alterações na vancomicina para a tornar ainda mais potente. “Com essas alterações, é necessário menos fármaco para obter o mesmo efeito”, afirmou o investigador.
 
Para o novo estudo foi demonstrado que é possível efetuar uma terceira alteração que consiste em interferir com a estrutura celular de forma diferente. Esta alteração, em conjunto com as outras duas alterações, aumenta 1,000 vezes a atividade da vancomicina, o que significa que seria necessário usar menos antibiótico nos tratamentos. 
 
Com este desenvolvimento, a vancomicina tornou-se no primeiro antibiótico a ter três mecanismos de ação diferentes, o que, segundo Dale Boger, faz com que aumente a durabilidade do fármaco.
 
“Os organismos simplesmente não conseguem vencer três mecanismos de ação diferentes. Mesmo que encontrassem uma solução para um, os organismos seriam exterminados pelos outros dois”.
 
A nova versão do fármaco foi testada na bactéria Enterococci, tendo sido observado que o antibiótico exterminou a Enterococci resistente à vancomicina e as formas originais da bactéria.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.