Nova terapia na luta contra os tumores cerebrais

Uma nova esperança

06 fevereiro 2001
  |  Partilhar:

Está a ser desenvolvido um novo tratamento para um tipo de tumor cerebral maligno denominado glioblastoma.
 

 

O glioblastoma tem-se mostrado resistente à cirurgia, à terapia por radiações e à quimioterapia. Metade dos pacientes morrem em menos de um ano após o diagnostico.
 

 

Este novo tratamento “ensina” as células do sistema imunitário a reconhecer as células malignas e tenta oferecer ao doente uma esperança de vida alargada.
 

 

O Dr. Keith Black e a sua equipa de investigação purificou células do sistema imunitário (células dendríticas) cuja função é atacar células cancerosas do sangue de doentes com gliobastomas e expô-las a proteínas produzidas pelas células do tumor. Este procedimento como que “ensina” as células do sistema imunitário a reconhecer as células malignas.
 

 

Estas células “ensinadas” foram novamente injectadas nos doentes cada 2 semanas, durante 6 semanas, funcionando assim como uma espécie de vacina.
 

 

Os resultados mostram que, em 4 dos 7 pacientes, as células dendríticas “ensinadas” conseguiram matar as células do glioblastoma e nestes 4 pacientes esta função foi mantida até 3 meses após a última vacina.
 

 

Apesar do pequeno número de pacientes no estudo parece que a as esperança de vida aumentou após a vacinação com as células dendríticas. Segundo os investigadores, metade dos doentes deste estudo sobreviveram pelo menos 455 dias, comparados com os 257 dias do grupo de pacientes que não recebeu o tratamento.
 

 

No entanto, os investigadores concordam que um novo estudo para relacionar este novo tratamento com a esperança de vida dos doentes é pertinente. Esse estudo está já a ser realizado mas não existem ainda resultados disponíveis.
 

 

O presente estudo foi publicado na primeira edição de Fevereiro da revista Cancer Research.
 

 

Fonte: Reuters Health

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.