Nova tecnologia permite extrair pedras dos rins em um ou dois minutos

Estudo da Universidade do Minho

03 fevereiro 2015
  |  Partilhar:

Investigadores da Universidade do Minho (UMinho) desenvolveram uma tecnologia que permite extrair pedras dos rins em apenas um ou dois minutos, dispensando ainda a utilização de radiação.
 

O comunicado da UMinho, ao qual a agência Lusa teve acesso, explicou que a tecnologia utiliza um campo eletromagnético para navegar com segurança uma agulha para punção do rim.
 

“Após os testes em animais, espera-se avançar para ensaios nos humanos a partir do próximo ano”, acrescenta.
 

De acordo com o professor da Escola de Ciências da Saúde da UMinho, Estêvão Lima, extrair pedras nos rins demora atualmente duas horas e “depende muito quer da experiência do cirurgião quer do uso de radioscopia, que pode ter consequências sérias de radiação no doente e no cirurgião”.
 

Na prática, pica-se com uma agulha de 20 centímetros na zona lombar do paciente, abrindo caminho aos instrumentos cirúrgicos para a remoção. Contudo, segundo Estêvão Lima, esta técnica agora criada é mais rápida, menos invasiva e permite ver no ecrã do computador a rota que a agulha deve seguir.
 

O novo processo, que demora em média um a dois minutos, facilita ainda a tarefa a médicos menos experientes e aumenta a segurança dos procedimentos.
 

Este projeto decorre em parceria com o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave e já foi testado em animais.
 

Os investigadores estão a aperfeiçoar o sistema de forma a obter o certificado para futuros testes em humanos. Caso estes tenham resultados positivos, espera-se que o primeiro produto seja patenteado e chegue às salas de operações a partir de 2016.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.