Nova tecnologia duplica definição da imagem captada pelo microscópio

Técnica apresentada na “Science”

16 julho 2008
  |  Partilhar:

Uma equipa de cientistas alemães e norte-americanos desenvolveu uma nova tecnologia para aplicação em microscópios que permite duplicar a definição das imagens de estruturas extremamente pequenas, como o núcleo celular. A notícia foi divulgada pela revista “Science”.
 

 

O desenvolvimento do novo recurso esteve a cargo de uma equipa da Universidade Ludwig Maximilians de Munique, na Alemanha, em conjunto com investigadores da Universidade da Califórnia, em São Francisco, nos EUA.
 

 

A tecnologia - denominada "microscopia tridimensional de iluminação estruturada" (3D-SIM) – consiste em iluminar as células com feixes múltiplos de luz. A tecnologia já permitiu a produção de imagens nítidas, multicoloridas e tridimensionais nunca antes observadas.
 

 

Um dos principais problemas enfrentados pelos cientistas na observação das estruturas microscópicas é conseguir iluminar o objecto a analisar.
 

 

Um microscópio com esta nova tecnologia deve estar disponível no mercado em 2009.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.