Nova técnica identifica células pré-cancerígenas do esófago

Estudo publicado na “Nature Medicine”

18 janeiro 2012
  |  Partilhar:

Investigadores do Reino Unido descobriram alterações nos padrões das moléculas de açúcar presentes nas células pré-cancerígenas do esófago, uma condição conhecida como esófago de Barrett, facilitando a sua deteção e remoção antes que estas se convertam em células cancerígenas, revela um estudo publicado na “Nature Medicine”.

 

O número de pessoas diagnosticadas com cancro do esófago tem vindo a aumentar rapidamente. Os indivíduos com esófago de Barrett têm um risco aumentado de desenvolver cancro do esófago, e necessitam de ser acompanhados de perto para assegurar que a doença não progride.

 

Nos indivíduos que apresentam esófago de Barrett, o desenvolvimento do cancro pode ser evitado através da remoção das células pré-cancerígenas. Contudo, a correta identificação destas é muitas vezes complicada, pois podem passar despercebidas durante a realização de uma endoscopia e biopsia.

 

Neste estudo, os investigadores da Medical Research Council, em Cambridge, Reino Unido, descobriram um novo método de identificação destas células, que consiste na pulverização de uma sonda fluorescente que se associa às moléculas de açúcar realçando a presença destas células durante a realização de uma endoscopia.

 

Através da análise dos açúcares presentes nas amostras de tecido humano, retiradas durante os diferentes estádios do desenvolvimento do cancro, os investigadores constataram que existiam diferentes moléculas de açúcar na superfície das células pré-cancerígenas. Esta tecnologia utilizou proteínas, as lectinas, capazes de se ligarem aos açúcares, para a identificação das suas alterações.

 

A líder do estudo, Rebecca Fitzgerald, conclui que a descoberta desta técnica poderá oferecer uma nova forma de identificação e de tratamento para os indivíduos que apresentam elevado risco de desenvolver cancro do esófago.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.