Nova pílula do dia seguinte disponível em Portugal

Contraceptivo de emergência actua até 5 dias após relação desprotegida

19 março 2010
  |  Partilhar:

Uma nova pílula do dia seguinte, que pode ser tomada até cinco dias após uma relação sexual desprotegida, já está disponível em Portugal, mas só é possível adquiri-la através de prescrição médica.

 

Especialistas contactados pela agência Lusa salientaram como “grande vantagem” desta pílula, que tem como substância activa o acetato de ulipristal, manter o mesmo nível de eficácia em qualquer dos dias da toma.

 

Até agora, os contraceptivos orais de emergência preveniam uma gravidez indesejada quando tomados nas primeiras 72 horas após a relação sexual não protegida, apresentando, contudo, uma diminuição da sua eficácia de dia para dia.

 

Segundo Teresa Bombas, da Sociedade Europeia da Contracepção e Saúde Reprodutiva, esta pílula é “quimicamente diferente” da anterior e igualmente segura, com a vantagem de manter ”o mesmo grau de eficácia cinco dias após a relação sexual de risco”.

 

Fonte do INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde) adiantou que o novo medicamento tem autorização de introdução no mercado português desde 15 de Maio de 2009 e está à venda desde 8 de Março por 29,60 euros.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.