Nova película aderente a partir da cartilagem das lulas

Plástico pode ter os dias contados...

27 fevereiro 2003
  |  Partilhar:

Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) está a desenvolver uma película para envolver produtos alimentares com base em resíduos de crustáceos e moluscos marinhos.
 

 

A investigação do Grupo de Bioquímica e Química Alimentar da Unidade de Química Orgânica e Produtos Agro-Alimentares da UA surge na sequência do projecto «Quitopack», iniciado há cerca de dois anos e financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
 

 

Em declarações à Lusa, o coordenador do projecto, Lopes da Silva, disse que a maior parte dos testes foram realizados com as cartilagens de lulas ou espécies semelhantes, mas também já foram feitas experiências com cascas de caranguejos e camarões.
 

 

«A ideia surgiu da vontade em aproveitar algumas toneladas anuais de desperdício de biomassa, resultante do processamento, limpeza e corte dos cefalópodes, e normalmente enviada pelas empresas deste ramo para o aterro sanitário», adiantou.
 

 

Segundo o docente, os resultados preliminares revelam que o novo produto desenvolvido tem uma baixa permeabilidade aos gases e funciona como barreira à transferência de massa, podendo ainda servir como suporte a determinados ingredientes.
 

 

Os investigadores esperam ainda melhorar as propriedades mecânicas da película, com vista à sua aplicação na área de armazenagem de frutos e vegetais. Segundo Lopes da Silva, o objectivo passa também pelo desenvolvimento de um meio aquoso de revestimento, onde o fruto ou vegetal possa ser imerso, com vista ao seu revestimento.
 

 

A partir dos resultados obtidos com este trabalho, julga-se ser possível, no futuro, estender a aplicação destes sistemas a outras áreas, como por exemplo a encapsulação de enzimas, libertação controlada de fármacos e tecnologia de biomateriais.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.