Nova Iorque tem menos 100 mil fumadores

Estudo aponta o abandono recorde do vício em apenas um ano

14 maio 2004
  |  Partilhar:

As autoridades de Nova Iorque congratularam-se esta semana com os resultados das medidas anti-tabagistas em vigor na cidade e que, num ano, já levaram 100.000 fumadores a desistir do hábito, segundo um novo estudo.«É uma notícia extremamente boa para a saúde dos nova- iorquinos», comentou o responsável pelos serviços de saúde da câmara municipal, Thomas Frieden. «Entre estes 100 mil ex-fumadores foram evitadas pelo menos 30 mil mortes prematuras».O número de fumadores na cidade manteve-se estável entre 1992 e 2002, mas baixou 11 por cento no ano seguinte, de acordo com um estudo realizado pelo Baruch College. A principal razão apontada para este declínio foi o aumento das taxas sobre o tabaco que, em 2002, fez subir de repente o preço dos maços de cigarros. A medida foi depois seguida por uma lei que a partir de Abril de 2003 proibiu o consumo de tabaco em todos os locais públicos, incluindo bares e restaurantes.Segundo o estudo, o consumo geral de cigarros diminuiu 13 por cento, o que parece demonstrar que os fumadores estão a fumar menos. Esta quebra abrange todos os grupos, de todas as idades, tanto homens como mulheres. «A maior parte dos fumadores querem parar e, pela primeira vez, há mais ex-fumadores do que fumadores em Nova Iorque», congratulou-se Friedman. «Mas, apesar deste declínio, ainda há muito a fazer».Alguns, pelo contrário, estão muito descontentes com a lei, nomeadamente os proprietários de cafés, que afirmam terem perdido clientes depois da sua aplicação.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.