Nova descoberta pode facilitar cura para o dengue

Investigação traz novos dados para o combate à doença

20 maio 2003
  |  Partilhar:

Duas equipas de investigadores norte-americanos identificaram um ponto vulnerável na proteína que envolve o vírus do dengue, um avanço que poderá facilitar a cura para a doença, segundo um estudo publicado esta semana.
 

 

Os investigadores do Hospital Pediátrico de Boston e da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard encontraram um espaço na proteína que envolve o vírus do dengue, que poderia ser preenchido de uma pequena molécula, impedindo que a proteína ganhe a forma que permite ao vírus infectar as células.
 

 

No ano passado foram registados 1,026 milhões de casos de dengue e febre hemorrágica nos países da América Latina, e do Caribe, que fizeram 254 mortos.
 

 

A incidência da doença foi de 520 por cada 100.000 habitantes em Trinidad e Tobago, 490 nas Honduras, 452 no Brasil e 314 na Costa Rica. Praticamente todos os países do continente americanos registaram casos de dengue.
 

 

O dengue e a febre hemorrágica são doenças transmitidas por mosquitos portadores de um arbovírus. A infecção manifesta-se por febres altas, erupções cutâneas, dores de cabeça e dores muito fortes nos músculos e articulações. Até agora não existe uma vacina contra o dengue.
 

 

O Centro para o Controlo de Doenças dos Estados Unidos considera o dengue a doença viral mais importante transmitida por mosquitos, tendo informado de casos no Texas e outros estados do sudoeste do país.
 

 

Segundo o artigo publicado na edição desta semana da revista «Proceedings of the National Academy of Sciences», quando um mosquito fura a pele para sugar sangue, infiltra também o vírus do dengue na circulação sanguínea. Aí, uma proteína conhecida por «E», e que envolve o vírus, dobra-se sobre si própria e perfura a membrana de uma célula. A partir do momento em que o vírus penetra uma célula, replica-se e propaga-se a outras. A proteína «E» está no centro do processo, por possibilitar a perfuração das células, fazendo com o vírus as infecte.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 1 Comentar

Eu descobri planta cura dengue zica chikun.., em até 2 dias

A 3 anos tebho ensaiado e observado 1 planta caainga.
Curou dengue zica chikungunia em qualquer sintomatologia e subtipo...
Cura grávidas, feto, RN, crianças, adultos e/ou idosos.
Vendo, mediante contrato e dentro de tramites legais.
Valor R$3.000.000
Apresento a formulação com concentração definida, uso oral. Em Solução, para administrar aos pacientes que vocês queiram. No segundo dia, o paciente estará praticamente bom. Conforme o quadro clínico e paciente, deverá ser mantido o uso até a segurança/eficácia do fitoterápico.
Atenciosamente, Obrigado

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.