Nova balança consegue pesar nanopartículas

Trabalho apresentado na “Nature”

29 abril 2007
  |  Partilhar:

 

Um grupo de investigadores dos EUA desenvolveu uma técnica com a qual conseguem pesar uma bactéria, uma célula, biomoléculas ou nanopartículas -- partículas microscópicas com dimensão inferior a 100 nanómetros (o equivalente a um milímetro dividido em cem mil partes).
 

 

O trabalho publicado na revista “Nature” refere que a “balança” ultra-sensível pode no futuro ajudar na detecção de elementos patogénicos.
 

 

Até agora, os cientistas conseguiam pesar partículas microscópicas no vácuo. No entanto, era muito complicado definir o peso desses pequenos corpos quando estavam imersos em líquidos, dificultando assim a realização de muitas aplicações científicas nas quais os fluidos são necessários.
 

 

No estudo, liderado por Thomas Burg, do departamento de engenharia biológica do Massachusetts Institute of Technology (MIT), os cientistas usaram uma abordagem totalmente inusitada para a pesagem: colocaram a solução dentro de um ressonador fechado por vácuo. Nessa estrutura, um microcanal traduz as massas em frequências de ressonância. “Diversas centenas de partículas podem ser pesadas individualmente em poucos minutos”, afirmam os cientistas.
 

 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.