Nota mínima de entrada em Medicina voltou a subir em 2008

Dados do Ministério do Ensino Superior

15 setembro 2008
  |  Partilhar:

A nota mínima de entrada nas licenciaturas de Medicina subiu ligeiramente em relação a 2007, apesar de ter aumentado o número de vagas disponíveis, segundo dados do Ministério do Ensino Superior.
 

 

Este ano, nenhum aluno entrou no curso com menos de 17,90 valores (numa escala de zero a vinte), a média registada no ciclo básico de Medicina da Universidade da Madeira, que teve a nota mais baixa entre as nove licenciaturas existentes em todo o país.
 

 

No ano passado, o último colocado em Medicina tinha média de 17,75, o que significa que teria ficado a 15 décimas de entrar, caso tivesse concorrido agora.
 

 

Pelo contrário, a nota de entrada mais alta deste ano (18,52 valores na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto) desceu em comparação com a registada em 2007, que chegou aos 18,85 na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa.
 

 

No geral, entre os nove cursos existentes (sete licenciaturas em Portugal Continental e dois ciclos básicos nas Regiões Autónomas), cinco viram a média aumentar, o que aconteceu no caso das universidades da Madeira, Açores, Lisboa e Minho, assim como no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (Porto).
 

 

A subida do número de vagas disponibilizadas nos cursos de Medicina, que passou de 1.400 para 1.489, poderia fazer prever uma descida das notas de entrada, o que não aconteceu.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.