Norte vai rastrear 100 mil diabéticos por ano

Programa da Administração Regional de Saúde do Norte

26 agosto 2010
  |  Partilhar:

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte lançou um programa de rastreio da retinopatia diabética que vai abranger cerca de 100 mil diabéticos e custar 6,7 milhões de euros por ano.

 


O programa arrancou em Abril no Douro Sul mas, até 2012, pretende-se estender o rastreio a toda a região Norte, explicou à agência Lusa o presidente do Conselho Directivo da ARS Norte, Fernando Araújo.

 


De acordo com o responsável, o arranque ocorreu no Douro Sul, dado que estavam reunidas todas as condições no local: a existência de uma população mais envelhecida, o facto de o centro oftalmológico do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) dispor dos equipamentos necessários e as autarquias pagarem o transporte dos pacientes para o Peso da Régua.

 


Desde Abril, e até ao final do primeiro semestre, já foram rastreados cerca de dois mil diabéticos (o que equivale a uma taxa de participação de 61%), provenientes dos concelhos de Tarouca, Armamar, Tabuaço, Penedono, São João da Pesqueira e Sernancelhe. Segundo dados da ARS, nesse período foram detectados cerca de uma centena de casos com necessidades de tratamento, equivalendo a cerca de 5% do total de rastreados.

 


O programa de rastreio da retinopatia diabética deverá ainda este ano incluir as unidades hospitalares do Alto Minho, Entre Douro e Vouga, Porto e Nordeste. As restantes serão abrangidas em 2011.

 


Fernando Araújo prevê que seja feito o rastreio a 100 mil diabéticos por ano, dos quais cerca de 10 mil poderão precisar de tratamentos oftalmológicos. Os custos operacionais do projecto, quando abranger toda a região norte, rondarão os 6,7 milhões de euros por ano.

 


ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.