Níveis sonoros dos ginásios podem provocar lesões auditivas

Não existe limite legal para os níveis de ruído nos ginásios

03 agosto 2003
  |  Partilhar:

Os elevados níveis sonoros registados nos ginásios podem provocar lesões auditivas em professores e praticantes. A conclusão integra uma tese de mestrado e duas monografias, que avaliaram as condições de 35 ginásios do grande do Porto, e mediram as perdas auditiva de 25 instrutores. A acústica das salas também foi estudada e os maus resultados demonstram que não existe uma preocupação com o parâmetro.
 

 

"As pessoas procuram as academias para melhorar a condição física mas, por vezes, acabam por prejudicá-la, em partes específicas, como a audição", afirma Carla Barreira, mestre da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física (FDCEF), autora de um dos estudos sobre a qualidade dos centros desportivos.
 

 

Das 57 salas de ginástica que Carla Barreira avaliou em 30 academias, 63 por cento apresentaram níveis que ultrapassaram os 90 decibéis e 6 por cento os 100 decibéis. Estes valores violam os níveis de conforto auditivo e são considerados excessivos pelos especialistas. "Com estes níveis de exposição, essencialmente os professores, mas também os praticantes, podem desenvolver traumas auditivos a curto prazo", defende o otorrinolaringologista Nuno Trigeiros.
 

 

Leia tudo no Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.