Níveis de fósforo podem indicar risco de doença coronária

Estudo publicado no “Clinical Journal of the American Society of Nephrology”

25 novembro 2009
  |  Partilhar:

Os níveis elevados de fósforo no sangue estão associados a um maior risco de doença cardíaca, revela um estudo publicado no “Clinical Journal of the American Society of Nephrology”.

 

Investigadores do Providence Medical Research Center, em Spokane, EUA, estudaram a relação entre os níveis de fósforo e a calcificação das artérias coronárias (CAC), um sinal precoce de endurecimento arterial, em 900 adultos saudáveis do Spokane Heart Study, uma investigação a longo prazo que avaliou os factores de risco da doença coronária.

 

No início do estudo, 28% dos participantes tinham CAC. Passados seis anos de acompanhamento, outros 33% tinham desenvolvido CAC e os níveis de CAC aumentaram entre os que tinham a doença no início do estudo.

 

A relação entre os níveis de fósforo e a CAC foi forte e manteve-se forte mesmo depois de os investigadores considerarem outros factores.

 

Em comunicado de imprensa enviado pela Society of Nephrology, a líder da investigação, Katherine R. Tuttle, explicou que “mesmo aumentos pequenos dos níveis de fósforo no sangue são indício de um maior risco de CAC progressiva nos adultos aparentemente sãos”.

 

Os investigadores também verificaram que as pessoas que apresentavam uma função renal menor, mas dentro dos níveis normais, também eram mais propensas a desenvolverem CAC progressiva.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.