Nicotina aumenta o desenvolvimento de cancro do pâncreas mestástico

Estudo publicado na "Surgery"

06 agosto 2009
  |  Partilhar:

A exposição à nicotina está relacionada com um maior risco de desenvolvimento de cancro do pâncreas metástico, revela um estudo publicado na revista científica “Surgery”.

 

Investigadores da Thomas Jefferson University, na Filadélfia, EUA, descobriram que o adenocarcinoma ductal pancreático tem uma maior probabilidade de se tornar metástico em indivíduos com historial de tabagismo, dado que a nicotina aumenta a expressão de uma isoforma da proteína osteopontina, denominada OPNc.

 

O estudo revelou que a OPNc era expressa em 87% das lesões invasivas do carcinoma ductal pancreático analisadas, das quais 73% pertenciam a fumadores. Por seu turno, a expressão da OPNc também estava correlacionada com níveis mais elevados da expressão da osteopontina.

 

Em declarações ao sítio UPI, a líder da investigação, Hwyda Arafat, revela que “foi a primeira vez que se identificou a relação entre a nicotina e a expressão da proteína OPNc”. Acrescentando que, “a OPNc poderá ser utilizada como um marcador de prognóstico e diagnóstico das lesões invasivas do carcinoma ductal pancreático”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.