Nicotina altera memória e aprendizagem

Estudo francês apresenta novos dados

18 maio 2002
  |  Partilhar:

Cientistas franceses anunciaram na semana passada que a nicotina debilita o cérebro, afecta o sistema nervoso central e pode perturbar as capacidades cognitivas do fumadores. A investigação foi desenvolvida pelo Instituto Nacional da Saúde e da Investigação Médica (Inserm) Esta é a primeira prova do efeito nocivo da nicotina no cérebro adulto.
 

 

Apesar de não terem sido demonstrados os efeitos estimuladores da nicotina nas funções cognitivas, foi constatado que em situação de privação a maioria dos fumadores sofre uma alteração dos mecanismos de aprendizagem e memorização.
 

 

Em conclusão, os investigadores afirmaram que uma exposição crónica à nicotina poderá ter efeitos prejudiciais no cérebro, nomeadamente ao nível das capacidades cognitivas.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar