«Nariz Artificial» em fase de testes

Sistema olfactivo artificial tem a capacidade de detectar infecções

05 agosto 2003
  |  Partilhar:

 

Depois de um período de pesquisa e desenvolvimento, o sistema olfactivo artificial entrou em fase de testes. Estes estão a ser efectuados no Centro Alemão de Cardiologia, em Berlim.
 

 

O sistema em causa tem como particularidade detectar no ar expirado pelos doentes substâncias metabólicas produzidas por bactérias e fungos. Com ele, torna-se possível detectar, num estádio precoce, o processo de desenvolvimento da infecção no organismo do paciente. Esta infecção até entrar em funcionamento este aparelho só é possível ser detectada num espaço de dois dias.
 

 

A ideia é inédita e partiu de um grupo de enfermeiras. Este grupo profissional teima em afirmar que com este aparelho será possível através do olfacto concluir se o paciente em causa se encontra ou não afectado.
 

 

Segundo o Diário Digital, este aparelho já apelidado de «nariz artificial» é composto por sensores especiais que registam as alterações do ar expirado, ao entrar em contacto com a superfície metálica do aparelho.
 

 

O fabrico deste esperado «nariz artificial» está a cargo de uma empresa do leste da Alemanha, a Rostock System Technik. Os primeiros estudos estão a ser realizados em 1.200 pacientes. Os resultados só serão apresentados em Outubro próximo.
 

 

Fonte: Diário Digital
 

 

Adriana José Oliveira
 

MNI – Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.