Nanocápsulas produzem fármacos no interior do organismo

Estudo publicado na revista “Nano Letters”

03 julho 2012
  |  Partilhar:

Investigadores americanos desenvolveram nanocápsulas que, contrariamente ao habitual, não contêm fármacos, mas a maquinaria biológica necessária para a produção de fármacos à base de proteínas, dá conta um estudo publicado na revista “Nano Letters”.

 

Os investigadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos EUA, explicaram que estas unidades produtoras em nanoescala  podem ser ativadas quando necessário, produzindo fármacos que não podem ser administrados oralmente por serem tóxicos e danificarem outras regiões do organismo.

 

Até à data, os investigadores só tinham encapsulado bactérias vivas desenhadas para a produção de proteínas em locais afetados pelas doenças. Mas contrariamente aos sistemas bacterianos, este agora criado é modular e de mais fácil manipulação. Foi neste contexto que os investigadores, liderados por Daniel G. Anderson, desenvolveram um sistema de nanopartículas remotamente ativado.

 

Estas unidades produtoras em nanoescala, consistem em vesiculas lipídicas que contêm toda a maquinaria celular envolvida na síntese de proteínas, como aminoácidos, ribossomas e ADN. Assim, após a incidência de um laser estas nanopartículas são ativadas e conseguem produzir proteínas.

 

Após a realização de experiências in vitro, os investigadores verificaram que estas nanopartículas funcionavam quando injetadas em ratinhos. “Esta inovação poe ser bastante útil na administração de terapêuticas localizadas”, concluem os autores do estudo.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.