Músicos apoiam doentes com hepatites virais

Associação apresentada amanhã em Lisboa

25 abril 2004
  |  Partilhar:

Xutos & Pontapés, Sérgio Godinho, Jorge Palma, João Gil, Xana dos RádioMacau são alguns dos membros da mais recente criada Associação de Apoio aos Doentes com Hepatites Virais – AADHVIR que vai ser amanhã, terça-feira, apresentada ao público em Lisboa.   No continente europeu calcula-se que os portadores do VHC (vírus da Hepatite C) sejam mais de cinco milhões. Nos Estados Unidos a hepatite C é considerada a infecção mais preocupante para os serviços de saúde norte-americanos. As estimativas apontam para cerca de três por cento da população infectada pelo vírus. No total, os especialistas consideram que o VHC infecte perto de 200 milhões de pessoas em todo o mundo.  As transfusões de sangue são uma das grandes vias de infecção da hepatite C em Portugal, a seguir à toxicodependência. A revelação foi feita no início do mês de Abril por Jorge Areias, presidente da Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado (APEF), com base na primeira caracterização epidemiológica da Hepatite Crónica C (HCC) em Portugal, apresentada na 7ª Reunião Anual da APEF, realizada no Porto. De acordo com o estudo, 21 por cento dos doentes com HCC desenvolve cirrose hepática, uma forma mais avançada da doença que implica, na maioria das vezes, uma transplantação hepática. Além de mencionar que as pessoas entre os 30 e os 40 anos são as mais afectadas pela hepatite C, o estudo apresentado mostra que a percentagem de homens infectados (75 por cento) é significativamente maior que a de mulheres (25 por cento) e que os principais factores de risco actuais de contracção do vírus relacionam-se com a utilização de substâncias intra-venosas (50 por cento), cirurgia anterior (20 por cento), relações sexuais (18 por cento), transfusões (15 por cento), terapêutica parentérica e estadia em países de risco (cinco por cento), como os do continente africano. MNI-Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.