Museus vão ajudar na terapia de doentes de Alzheimer

Projecto pioneiro em Portugal

26 setembro 2011
  |  Partilhar:

Três museus, dois em Pombal e um em Coimbra, vão ajudar na terapia de doentes de Alzheimer, disse à agência Lusa a responsável da delegação centro da Associação Alzheimer Portugal, Isabel Gonçalves.

 

Os técnicos do Museu Nacional Machado Castro (Coimbra), Marquês de Pombal e de Arte Popular Portuguesa (Pombal) vão receber formação específica para lidarem com os doentes de Alzheimer, que irão participar em oficinas de expressão plástica, como pintura e modelagem.

 

Isabel Gonçalves define o projecto, como “terapia pela arte” e nesta área, pioneiro em Portugal, e está confiante que os utentes da associação “fiquem mais calmos, mais compreensivos no aceitar e comunicar”.

 

A responsável sublinha que “as acções serão integradas”, uma vez que se dirigem, para além daqueles que sofrem de Alzheimer, às famílias e/ou cuidadores.

 

A directora informa que as acções vão realizar-se todas as primeiras terças-feiras de cada mês, num dia unicamente “dedicado a quem sofra deste problema” e no qual está prevista a realização das oficinas de expressão plástica. A iniciativa mensal visa a promoção do bem-estar e integração social dos doentes de Alzheimer através de estímulos cognitivos e apoio aos seus cuidadores, mediante a fruição e interpretação de obras de arte.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.