Músculos de astronautas envelhecem rapidamente no espaço

Estudo publicado no "The Journal of Applied Physiology"

20 abril 2009
  |  Partilhar:

Um astronauta jovem e saudável que permaneça durante seis meses na Estação Espacial Internacional (EEI) voltará à Terra com os músculos de um idoso de 80 anos.

 

O estudo, financiado pela NASA e publicado na edição de Abril do "The Journal of Applied Physiology", examinou nove astronautas que permaneceram seis meses na EEI.

 

Os investigadores, liderados por Scott Trappe, da Universidade Ball State, EUA, mediram o volume dos músculos da perna através de exames de ressonância magnética. Antes do lançamento, foi igualmente medido o desempenho muscular. Estes testes foram repetidos quando os astronautas regressaram à Terra. Os cientistas fizeram também biopsias do músculo antes e depois do período passado no espaço.

 

Usando anotações e vídeos, os investigadores estimaram que os astronautas realizaram, em média, o equivalente a 50 minutos de actividade aeróbia e 30 minutos de treino de resistência por dia. Contudo, esses exercícios não foram suficientes no ambiente sem gravidade dado que, quando regressaram à Terra, os astronautas tinham perdido uma média de 13% de massa muscular e entre 20 a 29% de desempenho muscular.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.