Músculo: correta posição do núcleo das células é importante

Estudo publicado na “Nature”

26 março 2012
  |  Partilhar:

A correta posição do núcleo das células é determinante para o funcionamento do músculo e a sua alteração afeta o movimento, concluiu um estudo publicado na “Nature” que poderá ser o primeiro passo para o desenvolvimento de tratamentos para doenças musculares.

 

"Este trabalho demonstra, pela primeira vez, que o posicionamento do núcleo no músculo é importante para que funcione bem", explicou hoje à agência Lusa Edgar Gomes, investigador do Instituto de Miologia, em Paris.

 

O resultado desta investigação "poderá ser muito importante para o desenvolvimento de futuras terapias de tratamento de doenças musculares e para conhecermos mais [acerca da forma] como as células colocam os seus núcleos no sítio" correto, avançou o especialista. Não é só nos músculos que o posicionamento do núcleo é importante, em algumas doenças neurológicas o posicionamento do núcleo nos neurónios é relevante para a função do cérebro, avançou ainda o cientista.

 

Por isso, as conclusões desta investigação podem também contribuir para o desenvolvimento de terapias em outras áreas.

 

Este estudo foi desenvolvido por um grupo da Universidade Pierre e Marie Curie, de Paris, liderado pelo cientista Edgar Gomes, e outro do Memorial Sloan-Kettering Cancer, de Nova Iorque, coordenado por Mary Baylies.

 

Edgar Gomes revelou que estava a estudar o posicionamento do núcleo dentro das células e começou a trabalhar células do músculo.

 

Em pacientes com diferentes doenças musculares e durante a regeneração dos músculos, "os núcleos já não estão na periferia da célula, mas sim numa zona mais central, interior, e achei interessante tentar perceber o que se estava a passar: será que é uma causa ou uma consequência da doença?", revelou o investigador.

 

Há três anos encontrou outro grupo interessado na mesma questão e decidiram trabalhar em conjunto."Encontramos dois genes, duas proteínas que são importantes para esse posicionamento do núcleo. Na mosca do vinagre, quando uma das proteínas não está presente, as larvas têm problemas em andar, mas quando corrigimos este gene e corrigimos o posicionamento do núcleo andam bem", resumiu Edgar Gomes.

 

Assim, este estudo sugere que talvez as proteínas mutadas possam interferir com o posicionamento do núcleo observado no músculo desses pacientes e a "doença ser causada porque os núcleos não estão no sítio certo do músculo", resumiu.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.