Músculo artificial pode resolver problemas de visão

«Clique» atrás da orelha corrige a visão

21 março 2002
  |  Partilhar:

Já imaginou que um dia pode aperfeiçoar a sua visão com um simples toque a trás da orelha? Sim, não se trata de ficção...Caso não veja bem ao perto e ao longe, este sistema poderia ser a solução para a sua deficiência visual. Com um simples «clique» atrás da orelha pode ler ao perto, mas se quiser conduzir, volte a tocar no mesmo botão para começar a ver bem ao longe.
 

 

A história pode parecer bizarra, mas não é. Cientistas norte-americanos estão a desenvolver um músculo ocular artificial que pode ser «apertado» quando necessário, para corrigir deficiências da visão- quer para ver ao longe quanto de perto.
 

 

O mecanismo está a ser desenvolvido por uma equipa de investigadores da Universidade do Novo México , nos Estados Unidos, liderada pelo professor Mohsen Shahinpoor.
 

 

As conclusões do estudo serão apresentados numa conferência sobre tecnologia óptica em San Diego, na Califórnia, mas alguns pormenores foram apresentados à revista científica New Scientist.
 

 

Músculo artificial
 

 

A ideia que está a ser desenvolvida assenta na teoria de que o músculo artificial seria ligado à esclerótica, a parte branca externa do globo ocular.
 

 

O mecanismo seria então activado por um eletroiman do tamanho de um aparelho de audição. Instalado atrás da orelha, o aparelho iria gerar um campo magnético que por sua vez activaria o músculo artificial.
 

 

O músculo poderia então ser modificado com um simples «clique» no aparelho atrás da orelha, para regular a visão para funções como leitura ou visão à distância.
 

 

O globo ocular seria pressionado e mudaria de formato de acordo com as necessidades. Pessoas com dificuldades para ver ao perto teriam a retina empurrada para a frente, enquanto os míopes fariam o movimento contrário.
 

 

O músculo artificial seria feito com tiras de material molecular rodeado por um rolamento de finos fios de ouro, com um eléctrodo ligado a cada extremidade, accionados por um campo magnético.
 

 

Os investigadores que estão a desenvolver o músculo artificial afirmaram à BBC que as técnicas cirúrgicas necessárias já são utilizadas para tratar o descolamento de retina, e que o novo tratamento é mais abrangente do que a cirurgia por laser, que actualmente só podem ser utilizadas para tratar miopia.
 

 

Jim Schwiergerling, do Centro de Ciências Ópticas da Universidade do Arizona, também afirmou que o aparelho poderia ajudar pessoas idosas que têm dificuldade para alterar a visão de perto para longe.
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 2
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.