Musculação diminui risco de diabetes

Estudo publicado nos “Archives of Internal Medicine”

10 agosto 2012
  |  Partilhar:

Os homens que fazem regularmente musculação poderão reduzir o risco de desenvolvimento de diabetes em cerca de 34%, sugere um estudo publicado nos “Archives of Internal Medicine”.
 

Os investigadores da University of Southern Denmark, na Dinamarca, também constataram que a combinação da musculação com exercício aeróbico reduzia o risco e desenvolvimento de diabetes em mais de 59%.
 

“Estudos anteriores tinham demonstrado que a prática de exercício aeróbio desempenhava um papel importante na prevenção da diabetes tipo 2. Contudo, muitas pessoas têm dificuldade em seguir ou aderir a este tipo de exercício. Estes resultados sugerem que a musculação pode ser uma alternativa à prática de exercício aeróbio para a prevenção da diabetes tipo 2”, revelou em comunicado de imprensa o líder do estudo, Anders Grøntved.
 

Neste estudo, os investigadores contaram com a participação de 32.002 homens, entre 1990 e 2008, tendo recolhido informação quanto ao tempo e tipo de exercícios praticados pelos participantes. Durante este período foram diagnosticados 2.278 novos casos de diabetes.
 

O estudo apurou que mesmo a prática moderada de musculação ajudava a diminuir o risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2. Os investigadores observaram que os indivíduos que praticavam entre 1 a 59 minutos, 30 a 149 minutos e pelo menos 150 minutos de musculação apresentavam um risco, 12%, 25%, e 34% menor, respetivamente, de desenvolver diabetes em comparação com aqueles que não praticavam este tipo de exercício físico. Por outro lado, a prática de exercícios aeróbios durante os mesmos períodos de tempo também reduziu o desenvolvimento do risco de diabetes tipo 2 em 7%, 31%, e 52%, respetivamente.
 

Os investigadores verificaram ainda que a prática conjunta de musculação e de exercícios aeróbios apresentava ainda maiores benefícios. Os homens que praticavam mais de 150 minutos de exercício aeróbio, assim como pelo menos 150 minutos de musculação por semana apresentavam um risco 59% menor de desenvolver diabetes tipo 2.
 

"Este estudo mostra claramente que a musculação tem efeitos benéficos no risco de diabetes, que são mediados por aumento da massa muscular e sensibilidade à insulina", revelou um dos autores do estudo Frank Hu.
 

O investigador conclui que para se obter melhores resultados na prevenção da diabetes o treino de resistência pode ser conjugado com o exercício aeróbio.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.