Mulheres têm sistema imunitário mais forte que homens

Estudo publicado “BioEssays”

03 outubro 2011
  |  Partilhar:

As mulheres têm um sistema imunitário mais forte e uma menor probabilidade de desenvolver cancro do que os homens, refere o estudo publicado no “BioEssays”.
 

"As estatísticas mostram que, nos humanos, tal como acontece com noutros mamíferos, as fêmeas vivem mais do que os machos e têm maior capacidade de lutar contra episódios de choque decorrentes da sépsis, infecção ou trauma", dá conta o líder do estudo, Claude Libert, em comunicado de imprensa. Os autores acreditam que se deve ao facto do cromossoma X humano conter cerca de 10% de todos os microRNAs (pequenas moléculas de ácido ribonucleico) descobertos até à data. Apesar do papel de alguns ser ainda desconhecido, sabe-se que muitos microRNAs localizados no cromossoma X têm um papel importante no cancro e na imunidade.
 

Neste estudo, os investigadores da Universidade de Gent, na Bélgica, propuseram que os mecanismos biológicos do cromossoma X tinham  um grande impacto nos genes de um indivíduo, dando assim uma vantagem imunológica às mulheres. Para testar esta hipótese, a equipa liderada por Claude Libert produziu um mapa detalhado de todos os microRNAs conhecidos, que desempenham um papel importante nas funções imunológicas e no cancro, tanto no cromossoma X humano como no dos ratinhos.
 

O estudo revelou que a vantagem imunológica apresentada pelas mulheres se deve ao facto de os genes associados ao cromossoma X serem silenciados por estes microRNAs. Este silenciamento deixa os machos em desvantagem imunológica. Se o gene associado à imunidade for silenciado no cromossoma X, o macho fica sem informação genética para suprir essa falta, pois estes têm apenas um cromossoma X
 

Claude Libert conclui que a forma como “esta herança genética influencia os microRNAs associados ao cromossoma X será um desafio para os investigadores nos próximos anos, não só do ponto de vista evolutivo, mas também para os cientistas que investigam as causas e as curas de doenças."

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.