Mulheres são as principais clientes das termas

Dados da Associação Termas de Portugal

04 agosto 2010
  |  Partilhar:

Quem procura os benefícios dos balneários termais são sobretudo as mulheres, mas existem cada vez mais pessoas a recorrer a estes serviços para aliviar o stress, segundo dados da Associação Termas de Portugal (ATP), citados pela agência Lusa.

 

De acordo com dados da Associação Termas de Portugal (ATP), em 2009, 97 mil clientes procuraram as termas, mais 1,1% do que no ano anterior. E embora a maioria dos clientes ainda vá às termas no sentido clássico – como tratamento de várias patologias – o número de pessoas que procuram as novas valências de bem-estar está a crescer exponencialmente nos últimos anos, já que representou 31% do total em 2009, quando era apenas de 2% do total em 2004.

 

Segundo a ATP, 61% dos clientes que procuram as termas no sentido tradicional são mulheres, 81% do total dos clientes tem mais de 44 anos e 14% menos de 35 anos. A classe social dominante é, neste caso, a média e média-baixa, com origem na Grande Lisboa ou no Grande Porto. A maioria destes clientes tradicionais fica nas termas, em média, 14 dias e volta várias vezes, já que, segundo a ATP, verifica-se uma taxa de fidelização de 70%.

 

Já quem procura mais a indústria do bem-estar tem sobretudo entre 25 e 45 anos, é de classe média e média-alta, e vive em grandes centros urbanos. A relação entre os sexos que procuram este produto é mais equilibrado, mas a taxa de fidelização do cliente é mais baixa. Normalmente ficam dois ou três dias, mas em hotéis de três estrelas ou superior.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.