Mulheres receiam esquecer a toma da pílula

Estudo apresentado no XI Congresso Português de Ginecologia

03 junho 2009
  |  Partilhar:

Quando há o receio de se esquecerem de tomar a pílula e quando têm acesso a informação sobre outros métodos contraceptivos hormonais combinados, cada vez mais mulheres ponderam mudar de método, foi revelado num estudo apresentado no XI Congresso Português de Ginecologia.

 

Os métodos de contracepção hormonal combinada, como a pílula diária, o adesivo semanal ou o anel mensal, actuam sobre o sistema hormonal, através de uma combinação de estrogénio e progestagénio, para inibir a ovulação e evitar a gravidez.

 

O estudo, coordenado por cinco ginecologistas do Núcleo de Estudos de Contracepção (NEST) e apoiado pela Federação das Sociedades Portuguesas de Obstetrícia e Ginecologia (FSPOG), incluiu a informação relativa às escolhas dos métodos contraceptivos de 2.000 mulheres que recorreram ao ginecologista.

 

O estudo revelou que, após terem sido informadas das vantagens e inconvenientes de cada um dos métodos, houve um decréscimo de cerca de 32% no número de mulheres que escolhia a pílula diária como primeira opção.

 

Nessa amostragem, 26% das mulheres escolheu o anel mensal e 15% preferiu o adesivo transdérmico como primeira opção. Contudo, a percentagem maior de mudança foi registada relativamente ao anel mensal, dado que 19,2% das mulheres que inicialmente mostravam preferência pela pílula diária passaram a preferir o anel mensal.

 

Em declarações prestadas à agência Lusa, uma das ginecologistas responsáveis pelo estudo, Ana Rosa Costa, afirmou que “a comodidade e a menor possibilidade de esquecimento” são as principais razões apontadas para a mudança de método contraceptivo.

 

“Se uma mulher tem tendência para se esquecer de tomar a pílula e vive preocupada com isso, pode não ser o método mais indicado, mas há também factores económicos que podem ser determinantes na escolha, que deve ser sempre uma opção conjunta, do médico e da mulher”, acrescentou a médica do Hospital de São João, no Porto.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.