Mulheres atletas devem superar os homens em 150 anos

Cientistas marcam a mudança para Jogos Olímpicos de 2156

04 novembro 2004
  |  Partilhar:

 As mulheres atletas devem superar os homens nos Jogos Olímpicos de  2156 se continuarem a diminuir a diferença de tempo em relação aos resultados dos seus pares masculinos.  Um estudo da Universidade de Oxford afirma que as mulheres estão a baixar as marcas nas provas de 100 metros mais rapidamente do que os homens.A equipa de investigadores do Departamento de Zoologia da Universidade de Oxford calcula que, em 2156, as mulheres correrão os 100 metros em 8,079 segundos. Já os homens completariam a prova em 8,098 segundos. O estudo, publicado na revista Nature, compara os resultados olímpicos nos 100 metros desde 1900. Os cálculos mostram que as mulheres já podem correr mais rápido do que os homens a partir de 2064, mas é mais provável que a supremacia feminina esteja confirmada em 2156. «Não estamos a dizer categoricamente que as mulheres vão ultrapassar os homens, mas acreditamos que existe uma probabilidade e, por isso, trazemos o assunto para discussão», argumentou Andy Tatem, chefe da equipa de investigadores. A primeira vez que as mulheres participaram em provas de 100 metros foi nos Jogos Olímpicos de Amesterdão, em 1928. A vencedora marcou o tempo de 12,2 segundos. Já entre os homens, o melhor tempo foi de 11,5, uma diferença de 1,4 segundo.Nos Jogos Olímpicos entre 1988 e 2000 a diferença caiu para menos de 1 segundo. Em Atenas, no entanto, a diferença subiu para 1,08 segundo. A expectativa é de que em Pequim, em 2008, a diferença entre homens e mulheres fique em 0,84 segundo.Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.