Mulher fica mais bonita no período fértil

Estudo põe em causa dogma da biologia reprodutiva humana

18 abril 2004
  |  Partilhar:

Se uma mulher parecer mais bonita e sedutora que o normal, sem mudanças perceptíveis na roupa e no penteado, é bom o casal tomar cuidado: a probabilidade de estar no período fértil do ciclo menstrual é razoável. O estudo feito pelo psicólogo evolucionista Craig Roberts da Universidade de Newcastle, Reino Unido, sugere que a mulher parece mais atraente nessa fase.Se as conclusões estiverem correctas, pode cair por terra um velho dogma sobre a biologia reprodutiva humana. Afinal, as fêmeas de boa parte dos parentes mais próximos do Homo sapiens fazem propaganda agressiva do seu período fértil.O fenómeno, apelidado de estro, deixa a genitália das chimpanzés e de outras macacas muito inchada e vermelha. O resultado é que ninguém no bando consegue deixar de notar que há fêmeas férteis, e instaura-se uma disputa intensa para ver quem as fecunda primeiro. Desnecessário dizer que isso não é exactamente ideal para promover a cooperação entre os machos primatas.Ao longo da evolução, as fêmeas ancestrais da humanidade moderna foram perdendo essa característica, ou pelo menos é o que se pensava. Uma série de vantagens sociais para os humanos teria surgido daí, como a competição menos acirrada e até a monogamia. «Mas o nosso artigo mostra que o período de fertilidade é menos escondido do que pensávamos antes», afirma Roberts.  No estudo, que está publicado na versão on-line da revista científica britânica «Biology Letters» (www.pubs.royalsoc.ac.uk/biol_lett), o psicólogo de Newcastle e a equipa de da Universidade Carlos, em Praga, República Checa, convidaram 48 mulheres para uma sessão de fotografias, tiradas durante o período fértil (do 8º ao 14º dia do ciclo menstrual) e infértil (do 17º ao 25º dia). Não foram feitas fotografias durante a fase menstrual ou de tensão pré-menstrual. Depois, a fotografia da mesma mulher numa fase e na outra era mostrada a voluntários de ambos os sexos (cerca de 120 no Reino Unido e na República Checa), que tinham de identificar qual lhes parecia mais bonita. Foram usadas também versões das fotografias em que o cabelo e as orelhas eram apagadas, «para evitar a possibilidade de uma influência do estilo de cabelo no julgamento», disse o investigador. Em todos os casos, mais de 50 por cento dos homens ou mulheres escolheram a imagem da fase fértil como mais atraente: 54,2 por cento dos homens e 58,4 por cento das mulheres em Praga, e 54,6 por cento das mulheres e 50,6 por cento dos homens em Newcastle preferiram a outra foto. As diferenças são pequenas, mas significativas, diz Roberts: o grupo fez as contas e verificou que as probabilidades desse resultado surgir por acaso são apenas de uma em mil.Para o investigador, o resultado sugere que, afinal de contas, as fêmeas humanas também têm uma técnica subtil para atrair os parceiros (e aumentar as probabilidades de ter filhos) no seu período fértil.O facto de que outras pessoas do sexo feminino percebam isso com mais facilidade tem uma explicação, segundo Roberts: «As fêmeas da maioria das espécies são mais selectivas do que os machos. A evolução parece tê-las moldado para serem mais capazes de fazer esse julgamento, como o facto de verem melhor as cores na nossa espécie. Elas simplesmente são mais sensíveis a essas subtilezas».  Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.