Mulher faz mais sexo no período fértil

Aspectos biológicos despertam inconscientemente

16 junho 2004
  |  Partilhar:

  Uma única relação sexual sem protecção tem mais probabilidades de resultar em gravidez do que se pensava até o momento, segundo um estudo realizado nos Estados Unidos e publicado na revista Human Reproduction.Cientistas do Instituto Nacional Americano de Ciências da Saúde Ambiental descobriram que as mulheres são levadas inconscientemente a ter mais relações sexuais durante o período fértil – o número de relações nesses dias é 24 por cento maior que no resto do ciclo menstrual.O estudo concentrou-se em mulheres que passaram por cirurgia de esterilização ou usavam o dispositivo intra-uterino (DIU) como método anticoncepcional.Segundo Allen Wilcox, chefe da equipa que realizou o estudo, nessas mulheres, a frequência de relações aumentava durante os seis dias mais férteis do ciclo e no pico da ovulação, mesmo sabendo claramente que não queriam engravidar.«Isso sugere que casais que ''se aventuram'' em relações sem protecção estão a jogar com a sorte», disse o cientista lembrando ainda que uma boa parte das mulheres não sabe qual é o seu período fértil.Neste novo estudo, os cientistas descobriram que as mulheres fazem sexo 0,29 vezes por dia. Mas nos seis dias mais férteis do ciclo, essa média aumentou para 0,34.Segundo Wilcox, há três explicações para isso: um aumento do desejo sexual durante a ovulação, um aumento do poder de sedução ou uma ovulação que acelera as relações sexuais.Já se sabia, por meio de outros estudos, que em muitas espécies de mamíferos as relações sexuais são frequentemente coordenadas com a ovulação, mas ainda não se tinha provado que o mesmo ocorria entre seres humanos.«É incrível como as forças biológicas que dão forma a esse aspecto tão íntimo do comportamento humano ainda não são profundamente conhecidas», apontou o cientista.«Para casais que querem ter um bebé, esses mecanismos biológicos são um parceiro silencioso, que ajudam a optimizar a duração da relação», afirmou, acrescentando, no entanto que para aqueles que não querem uma gravidez precisam saber que a natureza está a agir subtilmente contra eles.Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.