Mudar de atorvastatina para simvastatina aumenta risco de Enfarte do Miocárdio

Estudo publicado no ”British Journal of Cardiology”

30 março 2008
  |  Partilhar:

Um estudo realizado no Reino Unido demonstra que os doentes que mudam de medicação do antidislipidémico atorvastatina para a estatina simvastatina aumentam, em 30%, o risco de Enfarte do Miocárdio, Acidente Vascular Cerebral (AVC) ou morte, aponta um estudo publicado no “The British Journal of Cardiology”.
 

 

Os resultados baseiam-se numa análise de registos de médicos de família do Reino Unido, compreendidos entre Outubro de 1997 e Junho de 2005. Esta análise incluiu 11.520 doentes, sendo que 2.511 tomaram atorvastatina, durante seis ou mais meses, e passaram depois para o tratamento com simvastatina.
 

 

Desse total, 9.009 tomaram sempre atorvastatina, durante pelo menos seis meses.
 

 

Uma análise secundária dos mesmos dados também mostra que os doentes, que mudam do tratamento da atorvastatina para a simvastatina, apresentam mais do dobro do risco de descontinuação da terapêutica, comparativamente com os doentes que permaneceram em tratamento com atorvastatina (20.5% versus 7.62%).
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.