Mudar de antidepressivo trata mais pacientes

Estudo publicado no New England Journal of Medicine

30 março 2006
  |  Partilhar:

 

Um novo estudo, cujas conclusões vêm publicadas na revista médica norte-americana New England Journal of Medicine, indica que os pacientes resistentes a um primeiro tratamento contra a depressão podem fazer desaparecer as suas perturbações modificando o tratamento, para um fármaco semelhante.
 

 

Até um terço dos que tomaram outro antidepressor ou mudaram de medicamento eliminaram os sintomas, o que mostra, tendo em conta investigações anteriores, que cerca de metade dos pacientes com depressão grave podem não só atenuar os sintomas como combater com êxito a doença.
 

 

Segundo Thomas Insel, director do National Institute of Mental Health (NIMH), "ao prosseguirem o tratamento e ao trabalharem estreitamente com os médicos para encontrar o que corresponda melhor às suas necessidades, numerosos doentes podem encontrar o antidepressor adequado ou a combinação de tratamentos que lhes permita fazer desaparecer os sintomas".
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.