Mudança de tempo faz “disparar” enxaqueca

A baixa humidade e frio são as principais responsáveis pelo aparecimento destas terríveis dores de cabeça

09 julho 2001
  |  Partilhar:

Café, queijo e vinho tinto podem fazer “disparar” as dores de cabeça. Agora, investigadores norte-americanos afirmam que as condições climáticas também influem no aparecimento da enxaqueca.
 

 

 

A baixa humidade e frio são as principais responsáveis pelo aparecimento das dores de cabeça em metade das pessoas que apresentam esta condição clínica, de acordo com um estudo realizado por investigadores do Centro de Estudos da Dor de Cabeça, em New England.
 

 

 

Cinquenta e um por cento das enxaquecas foram atribuídas a padrões específicos do tempo. "As pessoas consideram as altas temperaturas e humidade como factores que mais contribuem para o aparecimento da enxaqueca", declarou Patricia Birgeneau Prince, co-autora do estudo, durante o 10º Congresso Internacional de Dor de Cabeça, realizado recentemente em Nova Iorque.
 

 

 

Esta é, no entanto, uma ideia do senso comum que não corresponde à verdade. Segundo o estudo, as pessoas são mais afectadas pelo tempo frio e seco do que pelo calor e humidade
 

 

 

No estudo, foi pedido a 77 pessoas para avaliar os episódios de enxaqueca três vezes ao dia, durante um período de dois a 24 meses. Os investigadores acompanharam os padrões do tempo e correlacionaram-no com as anotações dadas pelos pacientes.
 

 

 

O tempo frio e húmido provocou enxaquecas em 22 por cento dos pacientes, enquanto 12 por cento queixaram-se de dores de cabeça nos dias quentes e húmidos. Dez por cento eram sensíveis a mudanças climáticas, como a passagem de uma frente fria ou quente. E alguns pacientes eram sensíveis a mais que um padrão do tempo.
 

 

 

A pressão atmosférica também afectou a actividade da enxaqueca, observaram os investigadores. Oito por cento dos pacientes eram sensíveis à pressão atmosférica alta, enquanto cinco por cento foram afectados pela baixa.
 

 

 

E para prevenir o aparecimento das terríveis dores de cabeça, os investigadores aconselham os pacientes a elaborar um calendário preciso do aparecimento das dores durante alguns meses. Deste modo, podem saber a que tempo são sensíveis e tomar a medicação preventiva.
 

 

Adaptado por: Paula Pedro Martins
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: Reuters
 

 

 

 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.