Mortes por cirrose disparam no Reino Unido

Números apresentados na revista médica britânica The Lancet

25 janeiro 2006
  |  Partilhar:

 

O número de mortes por cirrose aumentou no Reino Unido nas últimas décadas, ao mesmo tempo que desceu noutros países europeus, indica um estudo publicado na revista médica britânica The Lancet.
 

 

As mortes por cirrose quadruplicaram nos homens e triplicaram nas mulheres entre 1957 e 2001 em Inglaterra, País de Gales e Escócia – segundo o estudo, que atribui a tendência a uma cultura do álcool característica do norte da Europa, de que os britânicos são "um exemplo exagerado".
 

 

O consumo total de álcool no Reino Unido duplicou entre 1960 e 2002, de acordo com a estimativa dos investigadores, quando nos anos 1950 a taxa de mortalidade por esta doença era a mais baixa entre os países estudados. O estudo destaca a degradação da situação no Reino Unido, num momento em que este país toma consciência dos perigos da vaga juvenil do "binge drinking" (beber muito em pouco tempo).
 

 

Em contraste, as taxas de mortalidade por esta doença grave do fígado desceram entre 20 e 30 por cento noutros doze países europeus analisados, entre os quais Portugal. Além do Reino Unido e Portugal, o estudo – dirigido pelos professores David Leon, da London School of Hygiene and Tropical Medicine, e Jim McCambridge, do Kings College de Londres – analisou dados da Áustria, Alemanha, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Irlanda, Itália, Noruega e Suécia.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.