Mortes por cancro aumentam em Portugal...

...mas baixam na Europa

21 fevereiro 2005
  |  Partilhar:

 

 

A mortalidade por cancro na União Europeia a 15 está a diminuir. As «preocupantes excepções» a esta tendência são Portugal - que apresenta a evolução mais negativa - e Espanha, refere um artigo publicado na semana passada na revista científica «Annals of Oncology».
 

 

A tendência no espaço europeu é de diminuição do crescimento da mortalidade por cancro. Melhores técnicas de prevenção e monitorização podem explicar um decréscimo nestas mortes em cerca de nove por cento na União Europeia (a 15), entre 1985 e 2000, refere o artigo. Mas em Portugal, no mesmo período, houve aumentos de mortes de todos os tipos de cancro - que se traduziram, nos homens, em 17 por cento -, o mesmo acontecendo em Espanha (11 por cento). Os dois países são considerados «preocupantes excepções».
 

 

Dada a forte associação entre risco de cancro e idade, o fardo da doença vai aumentar na Europa, prevê o artigo intitulado «Cancer incidence and mortality in Europe, 2004» disponível em http://annonc.oupjournals.org/ .
 

 

O envelhecimento da população vai, inevitavelmente, aumentar os efeitos da patologia. Estimativas feitas para o ano de 2004 identificam os quatro tipos de cancros que representam quase metade de todas as mortes por cancro (por ordem decrescente): pulmões, colo-rectal, estômago e mama.
 

 

Fonte: Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.