Mortalidade por cancro do testículo duplica após os 40 anos

Estudo publicado no “Journal of Clinical Oncology”

17 fevereiro 2011
  |  Partilhar:

Os homens diagnosticados com cancro do testículo após os 40 anos de idade têm um risco duas vezes maior de morrer da doença do que pacientes jovens, afirma um estudo publicado no “Journal of Clinical Oncology”.

 

“O cancro do testículo é altamente curável e qualquer influência que confira risco aumentado de mortalidade deve ser identificada, para que sejam adoptadas melhores estratégias de intervenção”, refere a nota enviada à imprensa pela equipa que realizou a investigação.

 

O estudo, realizado em conjunto por investigadores da Universidade de Rochester Medical Center, em Nova Iorque, EUA, e da Universidade de Oslo, na Noruega, analisou dados de cerca de 28 mil homens. De acordo com o líder da investigação, Lois Travis, este estudo foi o mais abrangente até agora realizado e teve em conta factores como as características da doença, tratamento e variáveis sócio-demográficas.

 

Além de terem verificado que os homens acima dos 40 anos corriam um maior risco de mortalidade, o estudo também descobriu que os pacientes diagnosticados após 1987 tinham menos probabilidade de morrer durante o acompanhamento da doença do que homens diagnosticados mais cedo, possivelmente devido à introdução de um tipo de quimioterapia.

 

Os autores advertem, contudo, para o facto de “a questão que se mantém, no entanto, é se a associação entre variáveis sócio-económicas e mortalidade reflectem as diferenças na capacidade do sistema de saúde para oferecer o tratamento ideal, a predisposição do paciente para aceitar o tratamento intensivo, ou o conhecimento das melhores abordagens no tratamento por parte do médico”.

 

Vários factores podem explicar a diferença de mortalidade relacionada à idade, incluindo o facto de frequentemente muitos pacientes idosos não serem tratados com a mesma intensidade que os pacientes mais jovens. Por isso, em comunicado, os investigadores reforçam a importância de uma maior atenção com esses pacientes, assim como com os que têm baixos rendimentos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.