Mortalidade nos hospitais aumenta no fim-de-semana

Estudo da Escola Nacional de Saúde Pública

24 março 2010
  |  Partilhar:

Morrem duas vezes mais pessoas do que o esperado ao sábado e três vezes mais ao domingo nos hospitais portugueses, segundo um estudo realizado por investigadores da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) e publicado pelo jornal “Público”.

 

O artigo do jornal “Público” refere dados do estudo intitulado “Variação na mortalidade e na demora média do internamento por dia de admissão e de alta”, que analisou um total de 1.030.183 episódios registados em hospitais e centros hospitalares públicos do Continente, no ano de 2006.

 

De acordo com a publicação, a “diferença entre o número de óbitos registados e os esperados ao fim-de-semana, revela um excesso de 6.712 mortes.” E, embora seja um fenómeno conhecido na literatura científica internacional, tem, segundo os autores, “mais expressão em Portugal”.

 

Segundo o líder da investigação, Carlos Costa: “Se tomarmos em conta que existem cerca de 70 hospitais e dividirmos este excesso por dias de fim-de-semana, teremos uma morte a mais, por dia, em cada hospital”. Embora reforce que a análise foi exploratória e não tenha tratado das causas, o autor não duvida de que os "indícios precisam ser investigados em Portugal", reiterando, contudo, não interessar lançar o pânico.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.