Mortalidade especialmente elevada depois dos 60 anos

Estudo sobre pneumonia atípica realizado com base nas últimas semanas

07 maio 2003
  |  Partilhar:

A taxa de mortalidade da pneumonia atípica poderá atingir 55 por cento nos pacientes com mais de 60 anos, sendo de 10 por cento abaixo dessa idade, indica um estudo das primeiras nove semanas da epidemia em Hong Kong.
 

 

Baseado numa análise matemática, este estudo, chefiado pelo investigador britânico Roy Anderson, que alcançou notoriedade nas suas previsões em matéria de epidemias (sida, doença das vacas loucas e a sua forma humana, a nova variante da doença de Creutzfeldt-Jakob), foi quarta-feira divulgado pela revista médica The Lancet.
 

 

O trabalho, feito em colaboração com a Universidade de Hong Kong, mostra que quanto mais rápido for o internamento hospitalar e o isolamento após o aparecimento dos primeiros sintomas, maiores são as possibilidades de a controlar através da redução da sua propagação.
 

 

Entre os doentes hospitalizados de 60 anos e mais, a taxa de mortalidade situa-se entre 43,3 e 55 por cento, segundo os investigadores.
 

 

No estudo entraram em linha de conta diversas variáveis, incluindo doenças crónicas e gravidade de sintomas.
 

O trabalho mostra ainda que «a taxa de mortalidade da SRA (Síndroma Respiratória Aguda) é mais elevada do que se pensava», segundo o prof. Christl Donnelly, co-autor do estudo e membro, tal como Roy Anderson, do Imperial College de Londres.
 

 

Em Hong Kong, após uma fase inicial de crescimento exponencial de casos de pneumonia atípica, as medidas de saúde pública (quarentena, restrição de deslocações de pessoas que estiveram em contacto com casos suspeitos ou confirmados) fizeram baixar o número de casos confirmados.
 

 

A mortalidade causada pela doença poderá revelar-se semelhante à das pneumonias clássicas, segundo as autoridades sanitárias de Hong Kong.
 

 

«Estamos a vigiar a tendência, mas penso que é similar à da pneumonia típica», na ordem dos 14 por cento, disse Margaret Chan, directora de saúde.
 

 

O estudo foi feito com base em 1.425 casos de pneumonia atípica recenseados em Hong Kong até 28 de Abril.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.