Morreu o descobridor do mecanismo da aspirina
27 novembro 2004
  |  Partilhar:

O investigador britânico John Vane, laureado com o Nobel da Medicina em 1982, por ter descoberto como funciona o mecanismo da aspirina, morreu na semana passada, aos 77 anos - noticiou a AP. A causa da morte não foi divulgada. Devido ao trabalho de Vane, um farmacólogo, ficou a saber-se por que razão a aspirina e outros anti-inflamatórios não esteróides como ela aliviam as dores, baixam a temperatura corporal e diminuem a inflamação. A aspirina bloqueia a produção de uma determinada enzima - a ciclo-oxigenase. É esta enzima que transforma um determinado ácido (araquidónico) em prostaglandinas. Quando alguma parte do corpo está inflamada, dá-se a produção de prostaglandinas, substâncias parecidas com hormonas responsáveis pelo inchaço, febre e dores. Vane também descobriu que uma determinada prostaglandina relaxa os vasos sanguíneos, o que levou ao desenvolvimento de tratamentos para o coração e doenças vasculares. O farmacólogo, que partilhou o Nobel com os investigadores suecos Sune Bergstroem e Bengt Samuelsson, fundou o Instituto de Investigação William Harvey, em Londres, especializado em investigação cardiovascular e inflamação. Em 1984, foi ordenado cavaleiro.Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.