Mirandela abre o primeiro Café Memória do interior do país

Iniciativa foi criada pela Associação Alzheimer Portugal

18 outubro 2019
  |  Partilhar:
O município de Mirandela é o primeiro do interior de Portugal a integrar a rede do projeto Café Memória que, a partir de novembro, prestará apoio a doentes com demência.
 
No terceiro sábado do mês, a partir de 16 de novembro, o espaço abrirá portas, na cidade de Mirandela, de forma gratuita e sem inscrição prévia para partilha de experiências e angústias daqueles que lidam com um problema que afeta doentes e cuidadores.
 
O Café Memória é um projeto que a Associação Alzheimer Portugal começou em 2013 e que funciona atualmente em 22 locais do país, incluindo Mirandela, no distrito de Bragança.
 
A demência tem um peso significativo entre a população envelhecida do distrito de Bragança, representando mais de metade das oito mil consultas anuais de Neurologia na Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste, segundo a médica da especialidade Ilda Matos.
 
As estimativas indicam que 160 mil pessoas sofrem desta doença em Portugal, o quarto país com mais casos na OCDE – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico.
 
De acordo com a neurologista, a nível de fármacos os doentes portugueses têm todas as respostas disponíveis, mas estão longe “do que se faz noutros países no que toca a necessidades como terapias ocupacionais e reabilitação cognitiva, além do apoio ao cuidador”.
 
O Café Memória não dá respostas clínicas, mas é encarado pela médica como uma ajuda, sobretudo no apoio a quem cuida destes doentes.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar