Ministro apela para baixa do preço dos medicamentos antigos

Declarações proferidas no 1º Fórum Nacional Sobre o Doente Crónico

12 dezembro 2006
  |  Partilhar:

 

 

O ministro da Saúde, Correia de Campos, voltou a apelar à indústria farmacêutica para que baixe os preços dos medicamentos antigos, de modo a que os novos fármacos possam ter mais espaço no mercado.
 

 

"Eu quero fazer um apelo especial (...) para que haja espaço para novos fármacos, nós temos que baixar os preços dos fármacos antigos", disse Correia de Campos na abertura do 1º Fórum Nacional Sobre o Doente Crónico, que decorreu segunda-feira em Lisboa.
 

 

"Se os países com os quais nos comparamos fizeram baixas enormes - nós limitámo-nos este ano a 6% e no próximo ano a 6% - a verdade é que a diferença entre os 100 fármacos mais vendidos em Portugal e os compradores internacionais é ainda muito desfavorável em relação a Portugal", adiantou.
 

 

Questionado sobre a utilização de medicamentos novos, o presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna, Luís Campos, disse que é necessário seleccionar os doentes que mais beneficiem da nova terapêutica, porque não há possibilidade para todos os doentes. Contudo, Luís Campos garantiu que até agora as "limitações existentes ainda não se sentem" nos meios médicos.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.