Ministra da Saúde contra afirmações da oposição sobre listas de espera
03 abril 2001
  |  Partilhar:

Os números das cirurgias efectuadas ao abrigo do Plano de Promoção do Acesso (PPA) 2000 não precisam ser revistos, mas "quem precisa de ser revisto é quem faz afirmações levianas", afirmou hoje em Faro a ministra da Saúde.
 

 

Manuela Arcanjo, que falava aos jornalistas no fim de uma reunião com o presidente da ARS/Algarve e dos Hospitais da região, acusou de má fé "quem não percebe que o número de cirurgias realizadas no País muda todos os dias".
 

 

A responsável pela pasta da Saúde voltou a explicar que apresentou dois números distintos sobre as cirurgias ocorridas, porque no primeiro caso só as contabilizou até 31 de Dezembro de 2000 e da segunda vez somou a este número as de 2001.
 

 

Segundo Manuela Arcanjo, a visita de hoje destinou-se a fazer o levantamento dos problemas da região e a transmitir algumas medidas "quer no que respeita aos cuidados primários, quer ao nível do sistema hospitalar".
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.