Ministério da Saúde cede para as farmácias

Estado paga um terço da dívida acumulada em 2002

01 março 2003
  |  Partilhar:

O Ministério da Saúde (MS) anunciou segunda-feira ter pago cerca de um terço da sua dívida total à Associação Nacional de Farmácias (ANF) relativamente a 2002, que é de 725 milhões de euros (145 milhões de contos).
 

 

Em nota à comunicação social, o MS explicita que os 242 milhões de euros (48,5 milhões de contos) pagos à ANF se enquadram no novo protocolo para fornecimento de medicamentos aos utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS), assinado a 26 de Março.
 

 

Segundo o acordado, o MS dispõe de dois anos para saldar a totalidade da dívida, que se cifra agora em 483 milhões de euros (87,6 milhões de contos).
 

 

Quanto aos valores devidos às farmácias já em 2003, o MS pormenorizou que os pagamentos serão efectuados «dentro dos prazos aceites numa normal relação fornecedor/cliente».
 

 

O novo relacionamento financeiro MS-ANF estabelece que seja o Estado a endividar-se junto da banca, até ao montante de 300 milhões de euros (60 milhões de contos), para pagar às farmácias os medicamentos comparticipados pelo SNS.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.