Milhões de pessoas podem morrer de tuberculose até 2023

OMS alerta para problema

15 agosto 2002
  |  Partilhar:

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 36 milhões de pessoas, em todo o mundo, podem morrer de tuberculose nos próximos 18 anos, se não houver reforço no controlo da doença.
 

 

As previsões da organização apontam para que durante esse período existam mil milhões de infectados com a bactéria e mais de 150 milhões desenvolvam a doença.
 

 

Actualmente morrem de tuberculose, por ano, dois milhões de pessoas e mais de oito milhões desenvolvem a doença. Dados oficiais apontam para um infectado a cada minuto no mundo.
 

 

A necessidade de reforço das estratégias de controlo da tuberculose é urgente. A epidemia «está a crescer e a tornar-se mais perigosa», principalmente, devido ao fracasso das políticas sanitárias, à expansão da sida e ao aparecimento de bactérias resistentes aos fármacos, desenvolvidos para a combater.
 

 

A OMS recomenda a aplicação de um conjunto de estratégias para a detecção e cura da tuberculose, mediante cinco frentes de actuação: compromisso político, serviços microscópicos, apoios farmacêuticos, sistemas de vigilância e controlo e o uso de regimes que combinem alta eficácia com a observação directa do tratamento. Assim poderão ser detectadas 70%c das novas infecções e curar 85% de doentes.
 

 

Fonte:Diário Digital
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.