Milho avisa outras plantas da aproximação de insectos

Estudo revela os mistérios dos químicos naturais

28 janeiro 2004
  |  Partilhar:

Uma equipa de investigadores norte-americanos descobriu que o milho, ao ser atacado por insectos, liberta no ar substâncias químicas voláteis que atraem predadores desses insectos e alertam outras plantas a preparem defesas.Essas substâncias, chamadas voláteis das folhas verdes, cheiram a relva cortada ou a folhas esmagadas, um aroma que ao ser libertado atrai os inimigos dos insectos que comem a planta.O estudo, realizado por uma equipa chefiada por James Tumlinson, da Universidade do Estado da Pensilvânia, vem publicado na edição desta semana da revista Proceedings of the Nacional Academy of Sciences. Esses compostos constituem também um sistema de aviso prévio a outras plantas próximas, segundo Tumlinson.No estudo, os investigadores colocaram folhas danificadas num contentor com plantas de milho saudáveis. As plantas saudáveis começaram então a produzir ácido jasmónico, um químico defensivo normalmente produzido após um ataque de insectos.Quando os insectos atacam as plantas saudáveis, estas foram capazes de produzir mais químicos defensivos, mais rapidamente e em maiores quantidades do que outras plantas não estimuladas pela exposição aos compostos voláteis, constataram os investigadores. Em estudos anteriores, os cientistas já identificaram sinais de aviso químicos libertados por plantas de tabaco infectadas por germes e por árvores, salva e tomate atacados por insectos.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.