Mil milhões de rolhas «voarão» na passagem de ano
31 dezembro 2003
  |  Partilhar:

 Mil milhões de garrafas de champanhe vão abrir-se ao virar do ano, em todo o mundo, para festejar a entrada em 2004 e metade das rolhas que então «voarão» dos gargalos serão de fabrico português, estima a associação empresarial do sector. Segundo a Associação Portuguesa da Cortiça (APCor), em 1999 venderam-se em todo o mundo mais de 327 milhões de garrafas de champanhe, número que triplicou no virar do milénio e que deverá manter-se nesta passagem de ano. A APCor adianta que o Reino Unido é o principal consumidor deste produto específico, consumindo cerca de 32 milhões de garrafas de champanhe e, por isso, outras tantas rolhas. A primeira rolha de champanhe foi utilizada em 1670 e as suas características foram definidas em decreto régio francês. É largamente assumido que as rolhas de champanhe são diferentes na aparência das outras rolhas de cortiça - com uma extremidade que se sobrepõe ao gargalo - mas, na realidade, «nascem» cilíndricas como todas as outras. Só quando as rolhas de cortiça são introduzidas, através da força, nas garrafas é que ganham a forma de cogumelo, em resultado da pressão do vinho gaseificado do interior da garrafa para o exterior. Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.