Microcirurgia Transoral Laser usada para tratar grandes tumores na laringe e faringe

Técnica apresentada no IPO do Porto

05 junho 2008
  |  Partilhar:

O Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto apresentou esta semana a Microcirurgia Transoral Laser (MTL), uma técnica já utilizada em pequenos tumores, mas que o instituto passou a utilizar em grandes tumores malignos da faringe e da laringe, o qual permite preservar as funções vocais dos pacientes e reduzir significativamente o tempo de internamento.
 

 

Trata-se de um "procedimento cirúrgico endoscópico com laser" que o IPO do Porto aplica já em tumores de maior dimensão (classificados como T3 e T4), sendo que esta técnica era, até há pouco mais de dois anos, apenas utilizada em pequenos tumores.
 

 

Eduardo Breda, médico do IPO do Porto explicou à agência Lusa que nesta técnica o laser é acoplado a um microscópio, sendo possível fazer uma avaliação da extensão e profundidade do tumor. O especialista adiantou ainda que "a extracção do tumor é feita por segmentos, numa espécie de puzzle", sendo a cirurgia acompanhada por especialistas de Anatomia Patológica.
 

 

"Vai-se retirando o tumor por fracções até se ter a certeza de que se retira toda a lesão", frisou Eduardo Breda, sustentando que ao fim de dois meses o doente está perfeitamente bem.
 

 

O pós-operatório é também substancialmente mais simples, segundo o clínico, dado que, na maioria dos casos, os doentes têm alta no dia seguinte ou dois dias depois da cirurgia. "Esta abordagem permite adequar o tratamento com o tipo de lesão, preservar as estruturas musculares e nervosas, reduzir custos de tratamento e evitar cirurgia reconstrutiva", salientou.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.