Micróbios que podem dar origem a plástico

Material promete revolucionar medicina

19 agosto 2004
  |  Partilhar:

Uma equipa de cientistas suíços está a trabalhar no cultivo de algumas estirpes de micróbios que poderão revolucionar tanto a medicina como a indústria do plástico.Cerca de uma centena de bactérias, incluindo a que é conhecida com o nome científico de «Pseudomonas putida», devoram toda uma série de produtos tóxicos para o homem como o fenol, o tolueno e outros derivados de hidrocarbonetos.Durante o processo de digestão, essas bactérias produzem uma substância mais valiosa para os cientistas do que o petróleo: trata- se do biopolímero PHA, cujos terrenos de aplicação são enormes. «As bactérias funcionam como os seres humanos», comentou a cientista Helene Felber, do Instituto Federal de Investigação de Materiais de Sankt Gallen, na Suíça.«Tal como nós transformamos em gordura o carbono que consumimos em excesso, esses microrganismos transformam-no em PHA».Graças a essas bactérias, os cientistas conseguiram três tipos de biopolímeros PHA, uma matéria-prima a partir da qual se poderia fabricar desde material para embalagens e colas, até sucedâneos da epiderme, válvulas cardíacas e até artérias.Segundo Bernard Witholt, do Instituto de Biotecnologia da Escola Superior de Tecnologia de Zurique, hoje citado pelo Sonntagszeitung, em 30 ou 40 anos será possível substituir progressivamente o petróleo pelas bactérias produtoras de material plástico.Depois de ter estudado com cientistas do Instituto Federal Suíço de Protecção de Águas o metabolismo dos micróbios produtores de PHA, Witholt e está convencido do grande potencial desses microrganismos como devoradores de todo o tipo de matérias tóxicas em benefício do ambiente.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.